Destaques Política Últimas Notícias

Câmara dos Deputados lança frente parlamentar em favor da Hemobrás

HemobrasII(2)

A Câmara dos Deputados lança, na próxima terça-feira (15), às 15h, no Espaço do Servidos, na Casa, a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Hemobrás, com o objetivo finalizar a obra, desenvolver a estatal e, sobretudo, de fazer o ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP), debelar da ideia de montar nova fábrica em Maringá, no Paraná, seu reduto eleitoral. Para construção da fábrica, em Goiana, na Mata Norte pernambucana, que ainda aguarda conclusão da obra, o Governo Federal investiu cerca de R$ 800 milhões.

A Frente proposta pelo deputado federal João Fernando Coutinho (PSB) trabalhará para evitar que novas obras sejam iniciadas gastando ainda mais recursos públicos sendo que a de Pernambuco já está quase concluída. O colegiado também terá como finalidade a garantia da manutenção e ampliação do portfólio de produtos da empresa, a contribuição para redução externa de medicamentos estratégicos e de alto valor agregado para gerar autonomia nacional e a ampliação do acesso de medicamentos hemoderivados e recombinantes da Hemobrás, por meio do fornecimento regular ao Sistema Único de Saúde (SUS).

O incentivo à finalização e desenvolvimento da empresa em solo pernambucano, objetivo da Frente, contribuirá para o desenvolvimento do Nordeste, com a geração de emprego e renda. O colegiado pretende assegurar o aporte de recursos previstos na Lei Orçamentária Anual (LOA) e no Plano Plurianual (PPA) para conclusão da fábrica em Pernambuco.

Desde que Barros se manifestou em transferir a tecnologia da Hemobrás para o seu reduto político-eleitoral, as bancadas estadual e federal pernambucana tem feito ofensivas para manter a estatal em Pernambuco. Na segunda-feira (07), as bancadas realizaram audiência pública na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), a bancada federal realizou audiência pública no Congresso Nacional, parlamentares isoladamente conversaram com o presidente Michel Temer (PMDB), e o Ministério Público Federal em Pernambuco enviou recomendação à Casa Civil, ao Ministério da Saúde e à Presidência questionandos motivos de Barros realizar a transferência e tentando impedi-lo de nomear um lobista a diretoria da estatal.

A Hemobrás foi idealizada em 2004 para dar autonomia ao País na produção de derivados de sangue. A empresa é estatal, vinculada ao Ministério da Saúde, e trabalha na produção de medicamentos para pessoas com hemofilia, portadores de imunodeficiência genética, cirrose, câncer, aids e queimados. A Companhia atende prioritariamente o SUS.

*Por Marcelo Montanini/ Blog do Diario

Deixe um comentário