Entretenimento Esportes Últimas Notícias

Em busca de um recomeço na temporada, Náutico enfrenta Belo Jardim, no Arruda

Elenco-2017-Foto-Léo-Lemos-Comunicação-Náutico

Deixar o passado no passado. O desejo é lugar comum no futebol após uma derrota, uma eliminação. É uma forma de aliviar o peso das cobranças e tentar iniciar um novo ciclo. Um discurso, de certa forma, inútil. Vazio. É assim porque, no futebol, só há uma forma de superar uma situação desfavorável: vencendo. Só vencendo o Náutico vai conseguir amenizar a crise que atravessa e favorecer o início do trabalho do sucessor de Dado Cavalcanti. Novo comandante que deve ser anunciado oficialmente nesta segunda-feira, antes da partida contra o Belo Jardim, às 20h30. No caso, o técnico Milton Cruz, que inclusive já deve acompanhar a partida em um dos camarotes do Arruda.

O treinador terá ainda uma última conversa com a diretoria alvirrubra antes de assinar o contrato. Mas o acerto, de fato, está encaminhado. Segundo apurou a reportagem do Superesportes, Milton Cruz aceitou reduzir a pedida oficial para quase a metade. Assim, chegou a um valor compatível com a realidade financeira do clube, com o salário semelhante ao que era pago ao ex-técnico Dado Cavalcanti. “Milton é a nossa primeira opção e o trato está andando bem”, limitou-se a dizer, neste domingo, o diretor de futebol Eduardo Henriques.

No novo clube, Milton Cruz irá encontrar um momento delicado. O time contabiliza quatro derrotas seguidas, resultados que causaram estragos. Complicaram a situação do time na Copa do Nordeste – é o terceiro no grupo A – e eliminaram o Timbu da Copa do Brasil logo na primeira fase, o que foi a gota d’água para a demissão de Dado Cavalcanti. A campanha no Campeonato Pernambucano também foi afetada. O Náutico começa a partida de hoje como quarto colocado, podendo até sair do G4 em caso de derrota.

Diante disso, vem o discurso de “passar a régua”, dividir o passado do futuro. A partir da mudança no comando, criar um momento novo, uma espécie de “ponto de virada”. “É tudo novo agora. Temos que ter uma melhora geral como grupo e individualmente também. Cada um tem a sua autocrítica e sabe onde pode melhorar. Todos podemos render um pouco mais, nos doar um pouco mais, para as coisas acontecerem”, afirmou o meia Marco Antônio, um dos líderes da equipe.

Falou com uma ressalva mais do que necessária, que ratifica a ideia de como o discurso tem pouca validade para a situação. “O momento é de falar pouco e fazer muito dentro de campo. Só falar não adianta”, finalizou.

 

O time

Com Milton Cruz provavelmente nos camarotes do Arruda, a responsabilidade de colocar o time em campo hoje será do eterno interino Levi Gomes. O treinador tampão não vai promover muitas mudanças na equipe. Na verdade, será apenas uma. Buscando uma maior consistência defensiva, o zagueiro Ewerton Páscoa será adiantado para atuar como volante, com Adalberto entrando na zaga. Quem sai é Rodrigo Souza.

Com a mudança, Levi Gomes pretende também aumentar a liberdade de Marco Antônio no setor de criação. “Quero dar uma consistência maior no setor. Com o Páscoa ali, o Marco Antônio vai ter mais liberdade para chegar do meio para frente. Além disso, com a entrada de mais um zagueiro, fico com três jogadores altos. E num momento como esse as bolas paradas podem ser importantes”, explicou o interino.

Outra mudança promovida pelo técnico é a entrada de David na lateral direita. Nesse caso, uma alteração forçada pela contusão no joelho direito de Joazi, que só deve voltar aos gramados em três meses.

Ficha técnica

Belo Jardim
Andrei; Romário, Vandinho, Fabrício e Xisto (Makson); Júnior, Bilisco, Bruno Sacomani (Denílson) e Clebson; Rogerinho (Jarbas) e Raniel. Técnico: Luciano Veloso

Náutico
Tiago Cardoso; David, Tiago Alves, Adalberto e Giovanni; João Ananias, Ewerton Páscoa e Marco Antônio; Erick, Jefferson Nem e Alison. Técnico: Levi Gomes (interino)

Estádio: Arruda. Horário: 20h30. Árbitro: Gilberto Castro Júnior. Assistentes: Clóvis Amaral da Silva e Marcelino Castro.

Deixe um comentário