Destaques Turismo Últimas Notícias

Maracatu feminino de baque solto ​ ​ Coração Nazareno ​promete muita música e poesia, no Carnaval 2017

maracatu coração nazareno

A pouco dias do início da folia de momo, o Maracatu feminino de baque solto Coração Nazareno, Patrimônio Imaterial do Brasil, idealizado pela Organização Não-maracatuGovernamental: Associação das Mulheres de Nazaré da Mata (Amunam), promete levar muita música, poesia e colorido à avenida, no Carnaval 2017. Formado no Dia 08 de Março de 2003 (Dia Internacional da Mulher) – o Coração Nazareno traz como bandeira principal: o enfrentamento à violência contra mulher e o protagonismo feminino na cultura popular.

Composto por setenta e duas mulheres, dos 05 aos 80 anos, oriundas de áreas rurais e da periferia do município de Nazaré da Mata, na Zona da Mata Norte do Estado de Pernambuco, o Coração Nazareno, aposta, neste ano, por mais uma vez, no brilho, colorido e na diversidade das vestimentas de cada uma das brincantes. Apesar da crise econômica pela qual passa o Brasil, o grupo adaptou algum das peças usadas pelas integrantes, usando pouco dinheiro e mais criatividade. Tudo para que nada possa tirar o brilho da brincadeira. Alguns personagens da brincadeira tiveram de ter suas peças foram necessárias passar por um restauro especial, por exemplo, a roupa da Dama do Paço ( responsável por conduzir a calunga do maracatu), rei e rainha; além de alguns adereços, como chapéus dos caboclos de lança, golas dos arreimás entre outros.

maracatu coraçãoO Maracatu Coração Nazareno vai muito além da beleza e feminilidade das mulheres, também é poesia. Eleito pela ONG Amunam, como um projeto de cultura popular de promoção à cidadania e aos direitos humanos, o Coração Nazareno terá à frente a mestra de maracatu, a professora e produtora cultural, Cristiane Mota. Que, pela primeira vez, faz sua estreia no comando do Maracatu Coração Nazareno, no Carnaval.

Entre os temas sociais abordados pela mestra Cristiane Mota, 35 anos,​ neste ano, estão temas ligados ao cotidiano da vida das brincantes e do público, como saúde da mulher, enfrentamento à violência de gênero, racismo, cultura de Paz, corrupção, meio ambiente, cuidados com focos de dengue, entre outros. A ideia é que cada assunto desse vire uma mensagem poética, com uma função social de conscientização nas pessoas.

E, para dar ritmo à cada poesia, a mestra Cristiane Mota vai contar com som instrumental e de sopro do grupo do terno – (musicistas responsáveis por colocar ritmo em cada verso, utilizando- se de instrumentos, como saxofone, tarol, bombo, gonguê, porca e trompete).

O Maracatu feminino de baque solto Coração Nazareno deve se apresentar durante os cinco dias de folia, que têm início já na sexta-feira, dia 24 de fevereiro até a terça-feira de Carnaval (28). Inicialmente, o grupo já tem  apresentações​ confirmado nas cidades do Recife e Olinda, na região metropolitana; e Nazaré da Mata, ​ Lagoa de Itaenga e São José da Coroa Grande, no interior do Estado.

A agenda oficial das apresentações devem ser divulgadas na próxima semana. ​

Deixe um comentário