Destaques Polícia

Pernambuco teve média de 15 pessoas assassinadas por dia em janeiro de 2017

VIOLENCIAAA

G1// Nos 31 dias do mês de janeiro deste ano, Pernambuco teve 479 homicídios registrados pela Secretaria de Defesa Social (SDS), número que equivale a 10,69% do total registrado em 2016 todo. Ainda em janeiro, 70 assassinatos foram registrados somente no Recife, número que corresponde a 10,63% dos 658 casos de Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLI) registrados no ano passado na capital pernambucana. As estatísticas foram divulgadas nesta quarta (15), no novo modelo do banco de dados da pasta.

Ainda de acordo com a SDS, 136 homicídios foram registrados na Região Metropolitana do Recife no mesmo mês. O interior do estado concentra o maior número de ocorrências e somou, ao longo de janeiro, 273 casos de homicídios dolosos, latrocínios ou lesões corporais seguidas de morte.

Na série anual, foram contabilizados 4.479 homicídios no estado em 2016, o número mais alto desde o ano de 2009. Desse total, 658 ocorreram na capital pernambucana e outros 1.229 foram registrados no Grande Recife.

Os números da violência em Pernambuco estão disponíveis para consulta pública no site da SDS. No endereço, é possível pesquisar os indicadores mensais e a série histórica anual. Há, ainda, informações organizadas por município ou por regiões do estado. Os dados de cada mês, segundo a pasta, serão publicados até o dia 15 do mês seguinte.

Segundo a SDS, o aumento do policiamento ostensivo é uma das ações para minimizar as estatísticas de homicídios, assim como a resolutividade dos inquéritos. Preocupado com o crescimento dessas estatísticas, o governador Paulo Câmara convocou, na segunda (13), prefeitos das cidades do Grande Recife para discutir alternativas para ‘salvar’ o programa Pacto Pela Vida, que busca conter o número de homicídios no estado.

Roubos e furtos de celulares

Apesar de ter menor gravidade em relação aos homicídios, os números de roubos e furtos de celulares no estado também cresceram em 2016. De acordo com estatísticas da SDS, as investidas de criminosos buscando os aparelhos subiram 47% no ano passado. No país, o aumento de roubos de celulares foi de quase 50% no mesmo período.

Deixe um comentário