Destaques Política Últimas Notícias

Assembleia Legislativa de PE aprova inclusão de Goiana no Grande Recife

a-goiana

Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) aprovou a inclusão do município de Goiana na Região Metropolitana do Recife (RMR), que passa a ter 15 municípios. Após duas votações, a redação final do projeto foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (20) e segue para a sanção do governador Paulo Câmara (PSB). Goiana fica a 65 quilômetros do Recife e, de acordo com o último Censo, tem 75 mil moradores.

Com a mudança, o município passa a fazer parte do Conselho de Desenvolvimento Metropolitano, com o voto do prefeito tendo peso 2. Cada um dos 15 municípios tem um peso próprio nas votações, calculado a partir da população – Olinda, por exemplo, tem peso 5 e Cabo de Santo Agostinho, 3.

A cidade também passa a ter acesso e fazer parte do Fundo de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Recife, além de entrar no planejamento da sistema viário, de trânsito e transportes da região – o que pode facilitar o deslocamento da população entre a cidade e a capital.

Para o autor da emenda, o deputado Ricardo Costa (PMDB), a cidade e o estado são beneficiados com a novidade. “Goiana ganha o direito de pensar como metrópole, a agir como metrópole, planejar-se como metrópole e implementar políticas públicas que, muitas vezes, só são acessíveis a quem está dentro da RMR. O município sozinho não tem condições de fazer com que o desenvolvimento econômico, social e serviços públicos de excelência cheguem na velocidade que a população cobra, que os investimentos cobram”, pontuou.

Contra a inclusão

Quatro parlamentares foram contra a emenda: Isaltino Nascimento (PSB), Aluísio Lessa (PSB), Edilson Silva (PSOL), Terezinha Nunes (PSDB). Para a parlamentar, deveria ser feito um debate envolvendo os habitantes de Goiana e do Grande Recife antes de se tomar qualquer decisão.

“É uma perda na hora que, ao invés de ser um centro de desenvolvimento de uma nova região, que está se expandindo economicamente, vai passar a ser um apêndice da Região Metropolitana do Recife. É um problema também para os habitantes da RMR. Com a anexação de Goiana, que chega a 65 quilômetros de distância do Recife, o que pode acontecer é um aumento no preço da passagem de ônibus porque aquela população vai ter que ter o direito ao bilhete único do transporte público”, concluiu Terezinha Nunes.

*G1/PE

Deixe um comentário